13 de outubro de 2017 admin 0Comment

O coração, nosso símbolo do amor. Já pararam para pensar que ele não pára querendo descansar? O ritmo é o mesmo. Se pára é de uma vez.

Imagina se o nosso coração entrasse em crise, sem saber se bate ou não, o que seria de nós?

O coração é o único órgão onde o câncer não chega. É também o primeiro sinal de que recebemos vida, quando no útero da nossa mãe ele é o sinal de que estamos crescendo.

O coração carrega tantas marcas, algumas profundas e de difícil cicatrização, é verdade.

No coração mora só quem permitimos entrar, e quem sai sempre leva algo de lá, no entanto não retira nada. O coração é abundante, é próspero, por isso não tem falta ou escassez.

Quando ele pára precocemente geralmente é porque o dono foi mesquinho e não permitiu que o amor entrasse e saísse livremente.

Libere seu coração.

Reconsidere.

Inclua tudo que foi como foi, não adianta negar, se esconder, como dizia Lulu Santos, há tanta vida lá fora… Venha viver. Cure as mágoas, desista dos rancores. Como?

Se rendendo ao que não se pode mudar…

Marilene da Hora Souza – Yakunaaj.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *