12 de abril de 2017 admin 0Comment

São componentes de uma única coisa: EU. Na atualidade é visível e gritante a quantidade de pessoas e grupos em busca da Iluminação. A iluminação que em sua essência é o desenvolvimento da Benevolência, Humildade e Amorosidade. Não é possível ser íntegro neste processo se excluo pessoas ou outros grupos. Se faço isso deixo de praticar pelo menos duas características da iluminação. Vivemos numa sociedade onde a corrupção e o desejo de obter vantagens sobre os outros ainda é uma marca, se reclamo daqueles que vivem desta forma, julgo e condeno, me desconecto da humildade e da amorosidade e da benevolência, pois passo a me sentir superior e volto ao mesmo ponto de início.

Qual é então a opção? A opção é dar conta da sombra que existe em nós. Perceber que hoje não sou tão corrupta quanto alguns políticos, mas às vezes sou agente de corrupção em relação a forma de pensar do meu parceiro ou amigos, com meus desejos e expectativas, posso não querer obter vantagens em negócios, mas os meus interesses pessoais em uma relação afetiva estão sempre em primeiro lugar. Neste contexto o que me faz diferente dos demais?

Não se engane com esse papo Laira–Laira e vamos passar a viver o que de fato somos, expandir o máximo a luz que está conosco e olhar para a nossa sombra para que ela não se torne demasiadamente grande. É só na sombra que a luz se evidencia.

Preste atenção na natureza, Dia e Noite. Ambos necessários e equilibrantes, com suas funções e benefícios. Passe a olhar para a sua existência como dia e noite e concorde com o que se apresenta. Faça da concordância o trampolim para a mudança, para a transformação.

Viva intensamente se auto iluminando no mundo, nas relações, e quando for muito desafiador se refugie no seu coração, tome a força ancestral, descanse e retome o caminho.

Marilene da Hora Souza – Yakunaaj.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *